Serviços

2via.png
entenda.png
nova_lig.png
desligamento.png
geracao.png
danos.png
branca.png
 

Entenda sua Conta

entenda.png
 
nova_lig.png

Nova Ligação de Energia

Para Solicitação de Nova Ligação de Energia é Necessário Preencher o Formulário abaixo e  comparecer à nosso endereço com a Documentação abaixo descrita.

 


Documentos Necessários para Pedido de nova Ligação

Formulário de Solicitação de Atendimento (selecione LIGAÇÃO NOVA) 
     -   abra em pdf para imprimir

* Xerox dos seguintes documentos:
* RG
* CPF(Cadastro de Pessoas Físicas)
* Certidão de Casamento (RG e CPF do(a) esposo(a))
* Documento do Imóvel
* Nome do Vizinho mais próximo
* Carta de Anuência (original)

* Número Oficial do Imóvel

 

Falta de Energia

falta.png

Comunique a Falta de Energia.

Envie-nos um SMS para (11) 99941 - 2796 com a frase: FALTA DE ENERGIA e identifique-se com uma das opções: o Nº da Unidade Consumidora (UC), com a Matrícula ou com o Nome do Titular e o Endereço do Imóvel.

Comunique
Falta de Energia

Envie SMS
com o texto
FALTA DE ENERGIA
para
11 99941-2796
identificando-se.

 
desligamento.png

Desligamento Programado

Acompanhe nossos Informes de DESLIGAMENTO PROGRAMADO:

 

Geração de Energia

geracao.png

MICRO E MINIGERAÇÃO DISTRIBUIDA

A Resolução normativa Nº 482, de 17 de abril de 2012 e ainda a seção 3.7 do Módulo 3 do PRODIST, estabelece as condições gerais para o acesso de Microgeração e Minigeração distribuída aos sistemas de distribuição de energia elétrica, o sistema da compensação de energia elétrica, e dá outras providencias.

 

Documentos necessários para formalização do acesso.

Para Microgeração distribuída com potência igual ou inferior a 10kw, preencher o anexo 1.
Para Microgeração distribuída com potência superior a 10kw preencher o anexo 2.
Para Minigeração distribuída, preencher o anexo 3.
Detalhes dos prazos de atendimento dos processos consulte o anexo 4.

 

Danos Elétricos

danos.png

Para Solicitações de Indenização de Queima de Equipamento leia atentamente as Condições abaixo, preencha o Formulário ( Clique para obter ) e faça a solicite em nosso endereço de atendimento.



CONDIÇÕES PARA SOLICITAÇÃO DE INDENIZAÇÃO DE QUEIMA EQUIPAMENTOS –Baixa Tensão

 

 

Somente serão aceitos pedidos de indenização no prazo de 90 (noventa) dias corridos, a contar da data provável da ocorrência do dano elétrico no equipamento, devendo ser observado, os seguintes elementos:

I –data e horário prováveis da ocorrência do dano;

II –informações que demonstrem que o solicitante é o titular da unidade consumidora, ou seu representante legal; Pessoa Física: RG, CPF ou outro documento emitido por órgão oficial que identifique o cliente.

 

Nos casos em que o cliente cadastrado for representado por outra pessoa, será necessária a entrega de procuração com fim específico, acompanhada de cópias dos documentos de RG e CPF do cliente representado e apresentação do documento original do procurador;Pessoa Jurídica: Contrato Social, Estatuto Social, Atas de Assembleia e Eleição, RG, CPF ou outro documento emitido por órgão oficial por procurações com fim específico ou de plenos poderes para receber e dar quitação pela empresa solicitante. Não será obrigatório o reconhecimento de firma na procuração para a abertura da solicitação.

 

III –relato do problema apresentado pelo equipamento elétrico;

IV –descrição e características gerais do equipamento danificado, tais como marca e modelo.

 

A solicitação de ressarcimento poderá ser efetuada pelo titular por meio telefônico, diretamente nos postos de atendimento presencial, via internet ou outros canais de comunicação disponibilizados pela CERIS, formalizando com o preenchimento do formulário(TSI).

 

A obrigação de ressarcimento se restringe aos danos elétricos informados no momento da solicitação, podendo o consumidor efetuar novas solicitações de ressarcimento de danos oriundos de uma mesma perturbação, desde que observado o prazo de 90 (noventa) dias corridos.

 

A CERIS irá verificar in loco os equipamento danificado, sendo agendado com consumidor a data e o horário aproximado da verificação.

 

O prazo máximo para realização da verificação do equipamento pela distribuidora é de 10 (dez) dias, contados a partir da data da solicitação do ressarcimento.

 

Quando o equipamento supostamente danificado for utilizado para o acondicionamento de alimentos perecíveis ou de medicamentos, o prazo para verificação é de 1 (um) dia útil.

 

A CERIS informará ao consumidor o resultado da solicitação de ressarcimento, por escrito, em até 15 (quinze) dias, contados apartir da data da verificação.

 

O consumidor deverá permitir o acesso ao equipamento e à unidade consumidora sempre que solicitado, sendo o impedimento de acesso motivo para a CERIS indeferir o ressarcimento.

 

A CERIS poderá solicitar do consumidor os respectivos laudos e orçamentos de empresa devidamente constituída (empresa com CNPJ), sem que isso represente compromisso em ressarcir o equipamento danificado.

 

Se houver pendências de responsabilidades do consumidor o processo ficará suspenso. Caso a suspensão ultrapasse 90 (noventa) dias o processo será encerrado.

 

No caso de deferimento, a CERIS informará, em até 20 (vinte) dias após o vencimento do prazo para apresentação de resultado do pedido da indenização, o ressarcimento, por meio do pagamento em moeda corrente, ou o conserto ou a substituição do equipamento danificado.

 

No caso do ressarcimento na modalidade de pagamento em moeda corrente, o consumidor pode optar por depósito em conta-corrente, cheque nominal ou crédito na próxima fatura.

 

No caso de conserto ou substituição do equipamento danificado, a CERIS poderá exigir do consumidor a entrega das peças danificadas ou do equipamento substituído, da unidade consumidora ou das oficinas. No caso de perda total do equipamento a CERIS solicitará a entrega do equipamento e este ficará retido.

 

No caso de indeferimento, a CERIS apresentará ao consumidor um ofício por escrito com os motivos.

 

A CERIS se eximirá de ressarcir o equipamento danificado, se o consumidor providenciar, por sua conta e risco, a reparação do(s) equipamento(s) sem aguardar o término do prazo para a verificação, salvo nos casos em que houver prévia autorização por parte da CERIS.

 

Não serão aceitos pedidos de ressarcimento por danos morais, lucros cessantes ou outros danos emergentes.

 

Fraudar nota fiscal é crime (artigos 171, 298, 299 e 304 do código penal). Caso constate fraude nas notas fiscais, a CERIS poderá tomar as providências cabíveis, a fim de que sejam aplicadas as devidas sanções legais contra o fraudador podendo, inclusive,solicitar a devolução do valor indenizado ao cliente. Poderão se enquadrar nos artigos citados, às notas fiscais falsas ou com informações inverídicas, tais como CNPJ ou qualquer outro dado comercial inexistente, orçamento falsos e/ou outros casos passíveis de serem enquadrados na lei

 

Tarifa Branca

branca.png

Desde 1º de janeiro de 2019, a opção pela tarifa branca está disponível para quem consome mais de 250 KWh/mês (cerca de 15,9 milhões de unidades consumidoras).  A tarifa branca sinaliza aos consumidores a variação do valor da energia conforme o dia e o horário do consumo. Ela é oferecida para as unidades consumidoras que são atendidas em baixa tensão (residências e pequenos comércios, por exemplo) e não se aplica a consumidores residenciais classificados como baixa renda, beneficiários de descontos previstos em Lei, e à iluminação pública.

Controle do consumo

Com a tarifa branca, o consumidor passa a ter a possibilidade de pagar valores diferentes em função da hora e do dia da semana em que consome a energia elétrica. Se o consumidor adotar hábitos que priorizem o uso da energia nos períodos de menor demanda (manhã, início da tarde e madrugada, por exemplo), a opção pela tarifa branca oferece a oportunidade de reduzir o valor pago pela energia consumida.

Nos dias úteis, a tarifa branca tem três valores: ponta, intermediário e fora de ponta. Esses períodos são estabelecidos pela ANEEL e são diferentes para cada distribuidora. Sábados, domingos e feriados contam com a tarifa branca nas 24 horas do dia.

É muito importante que o consumidor, antes de optar pela tarifa branca, conheça seu perfil de consumo. Quanto mais o consumidor deslocar seu consumo para o período fora de ponta, maiores são os benefícios desta modalidade. Todavia, a tarifa branca não é recomendada se o consumo for maior nos períodos de ponta e intermediário e não houver possibilidade de transferência do uso dessa energia elétrica para o período fora de ponta. Nessas situações, o valor da fatura pode subir. Por isso, é bom ter atenção ao solicitar a mudança.

Da mesma forma que é possível aderir, se o consumidor não perceber a vantagem, ele pode solicitar sua volta ao sistema anterior (tarifa convencional). A distribuidora terá 30 dias após o pedido para retornar o consumidor ao sistema convencional. Caso queira participar de novo da modalidade tarifária branca, há um período de carência de 180 dias.

Para ter certeza do seu perfil, o consumidor deve comparar suas contas com a aplicação das duas tarifas. Isso é possível por meio de simulação com base nos hábitos de consumo e equipamentos. Para aderir à tarifa branca, os consumidores precisam formalizar sua opção junto à distribuidora. Quem não optar por essa modalidade continuará sendo faturado pelo sistema atual.

Antes da criação da tarifa branca, havia apenas a tarifa convencional, com um valor único (em R$/kWh) cobrado pela energia consumida em todos os dias e horas. A nova modalidade cria condições que incentivam alguns consumidores a deslocarem o consumo dos períodos de ponta para aqueles em que a rede de distribuição de energia elétrica tem capacidade ociosa.

Mais informações sobre a tarifa branca podem ser consultadas em http://www.aneel.gov.br/tarifa-branca.

Para maiores informações e/ou Solicitação entre em contato através de nossos Telefones ou Formulário abaixo.

Envie SMS
com o texto
FALTA DE ENERGIA
para
11 99941-2796
identificando-se.

Ceris-2019.png

0800 772 3422 | 011 4687 1122

E-mail: sac@ceris.com.br

?

aneel.png

167

arsesp.png

0800 727 0167

© Copyright 2019  -  CERIS Cooperativa de Eletrificação da Região de Itapecerica da Serra.   
Av. Evaristo Delfino Pinto,120 - Centro - São Lourenço da Serra - SP - 06890-000